domingo, 31 de maio de 2015

Animação de Multimédia

Ultimamente o tempo não tem sido muito para vir cá dar umas notícias. Só trabalhos e frequências para entregar ao mesmo tempo. Mas deixo aqui um trabalho que tive de fazer em grupo para multimédia.

video

Tive de reduzir a qualidade do vídeo para o poder meter no blog.

Tínhamos de escolher um vídeo qualquer de animação e fazermos nós a história e vozes. Eu não dei voz a nenhuma personagem, fiquei mais com a parte de edição, mas gostei bastante, adoro este tipo de trabalhos, edição de vídeo e coisas desse género


Fica aqui o original.

Queria dizer mais qualquer coisa, mas não me consigo lembrar do quê e estou a ficar frustrada.
Preciso de férias, urgentemente.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Novidades (e o motivo da minha quase ausência)

É verdade, tenho passado pouco por cá e quando passo, é a "correr".

Mas a vida deu alguma reviravoltas nos últimos tempos!
Nada demais, mas também, nada de menos para mim.

Se são coisas boas? São! Pelo menos estou a acreditar que sim!

Num mês / mês e meio consegui passar por um misto tão grande de emoções que eu ainda não consegui pousar os pés no chão e assentar a cabeça em cima do pescoço.

Entre outras coisas, o Miúdo mudou de emprego.
E pensam vocês e muito bem"txi, até parece que é assim um cooooisa...ainda por cima se tiver sido uma coisa que ele quisesse e andasse à procura..."
Sim, ele queria muito, eu queria mais ainda mas, então, porque é que ando com um misto de emoções?
Porque, para quem não sabia ou nunca se tinha apercebido, eu e ele trabalhávamos na mesma empresa. Até ontem!

"E então, não passa a vida a dizer que a empresa em que trabalhas é uma m3r6@?"
Sim, é verdade!

Mas...

Eu conheço o Miúdo há 11 anos. Conhecemo-nos enquanto caloiros, criamos o nosso grupo de amigos da universidade, o "Gang do Train", todos os dias tínhamos aulas juntos, eu simpatizava com ele, ele simpatizava comigo, éramos muito amigos, aqueles que dentro do grupo se entendiam mesmo mesmo mesmo bem... E ambos com a vida amorosa mal resolvida.
Começamos a namorar, fizemos Erasmus em Barcelona juntos...
A primeira pessoa que via quase todos os dias logo pela manha era ele porque eu saía de casa muito cedo, passava por casa dele para lhe dar boleia até à estação de comboios, passávamos o dia inteiro juntos...
Ele começou a trabalhar. Passado 1 mês precisavam de mais pessoal para um estágio e ele entregou o meu CV. Começamos a trabalhar juntos.
Passou a ser ele a dar-me boleia para a trabalho tooooodos os dias.
Viajamos, namoramos, jantamos fora, fizemos noitadas no escritório com os nossos colegas de trabalho...
Casamos!
Quase 6 anos de trabalho, 3 dos quais já casados e a partilhar uma casa. Quase 24h por dia juntos, 7 dias por semana. "E vocês não enjoavam?" Nop! "E não era difícil para a vida de casal tanto tempo juntos?" Nop! É que nós entedemo-nos mesmo muito bem, assim, ao nível de almas gémeas.

Agora ele tem um novo trabalho. Quer dizer, só começa no final de Junho. Por enquanto dedica-se à malandrice.
Vai ser bom para ele, para mim e sobretudo para nós e acho que no futuro vamos olhar para trás e pensar que foi o melhor que nos pôde ter acontecido, mas não posso deixar de ter o coração apertadinho no primeiro dia que chego ao escritório e sei que ele não está cá e não é por ter ido a um cliente.

Ontem gostava de ter escrito qualquer coisa cá no blog para assinalar o ultimo dia de trabalho a dois, mas, ontem, não dava.
Hoje, só deu para isto.

Esta foi uma das montanhas russas para a qual comprei bilhetes para o meu coraçãozito andar nos últimos tempos. Mas eu gosto muito de montanhas-russas, das boas, claro.

"Não percam os próximos episódios porque nós também não..."


domingo, 24 de maio de 2015

"tenho que comprar soutiens brancos"

Foi o meu pensamento de hoje de manhã enquanto me vestia.
No final do dia a Jelly ajudou-me a perceber que estava correta.

sábado, 23 de maio de 2015

segunda-feira, 18 de maio de 2015

India #2 - Consulta do Viajante

Vai começar a saga sobre a Índia por aqui!

Sexta-feira fomos à Consulta do Viajante em Aveiro.



A nossa agente de viagens disse que não era obrigatório quando lhe perguntamos, mas nós optamos por ir na mesma. O seguro morreu de velho!

Marcamos consulta pelo telefone.
Chegando lá, entregam-nos um formulário para preencher com dados pessoais e da viagem.
Paga-se 5 euritos e depois somos chamados por um médico para a consulta.

A médica indicou que tomaríamos 3 vacinas: Hepatite A, Febre Tifoide e Poliomielite.
A ultima, se já alguma vez tivesse tomado em fase adulta, não seria preciso tomar mais na vida.

Depois falou-nos dos cuidados a ter durante a viagem que se resumem a:

  • beber apenas água e outras bebidas engarrafas
  • nunca usar gelo (porque não conhecemos a proveniência da agua utilizada)
  • comer tudo muito bem cozinhado
  • evitar produtos alimentares que sejam muito manipulados pelas mãos (mesmo os bem cozinhados)
  • usar roupas que cubram a maior parte do corpo possível por causa das picadas de mosquitos (especial cuidado com a Malária e Dengue)
  • utilizar repelente DEET especialmente ao amanhecer e final de tarde que são os períodos em que os mosquitos mais atacam.
  • protetor solar sempre
  • comprar toalhitas desinfetantes para passar nas mãos antes das refeições (principalmente) porque uma vez mais não se sabe a proveniência da água com que se lavam as mãos
  • evitar comprar produtos alimentares nos comercios locais que não sejam recomendados
E pronto... Duas vacinas já estão tomadas. Falta a da Hepatite A, que vamos tomar nos próximos dias.
Os comprimidos para prevenção contra a Malária (Mephaquin) temos que começar a tomá-los 15 dias antes, durante a viagem e 4 semanas depois, uma vez por semana!

Conclusão, saímos da consulta do viajante um bocadinho assustados, mas acho que deve ser o procedimento normal, ou seja, assustar as pessoas porque já sabem que no fundo vamos acabar por facilitar ao final do segundo ou terceiro dia.

Para quem precise, a lista dos centro de Vacinação Internacional podem encontra-la aqui.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Lembram-se do Cabeção da Malhação (NewWave)?


A minha juventude teve muito dele.
As miúdas eram doidas pela Cauã ou pelo Guilherme Bereguer (quem? não se lembram? estes gatos que qualquer miúda nascida a meio da década de 80 foi apaixonada platonicamente por eles?)




Mas o Cabeção era o nosso "melhor amigo" da Malhação ou (New Wave). Era o nosso "amigo fofinho" e torciamos imenso por as coisas darem certo com a Miyuki.


Como era doida por isto...

Mas o que é feito do Cabeção, ou melhor, Sérgio Hondjakoff que é o seu verdadeiro nome?


terça-feira, 12 de maio de 2015

Desfile :D

Hoje já faz duas semana que foi o desfile académico cá em Viseu e eu ainda não tinha falado nada sobre isso. Também não tenho assim muitooo a dizer, simplesmente que foi fantástico, adorei mesmo, diverti-me e passei uma óptima tarde. :D
As dores de cabeça foram antes, o trabalho todo em conseguir dinheiro para o carro, bebidas entre outras coisas, mas lá se foi arranjando e em relação aos anos anteriores, o carros estava ÓPTIMO. :p
Prefiro deixar fotos sobre o dia e de alguns carros. Acho que é melhor :)














Alguns cursos têm dinheiro (da privada) fazem umas coisinhas mais bonitas, os outros arranjam-se com o que podem. :p
Mas estou muito satisfeita com o meu curso :D







Pena que quando eu for finalista provavelmente vou ter uma cartola rosa e amarela em vez de rosa e preto.  :(
Mas foi um dia óptimo e um curso do qual me orgulho de pertencer.

Posso dizer que nos últimos dias ando no paraíso :)


Parece que depois de tantas volta e reviravoltas as coisas estão a voltar aos eixos. 
Aqueles assuntos que fazia pensar muito e cansavam muito, aos poucos já não incomodam quase nada. A faculdade vai bem, apesar de ainda não ter notas nem de trabalhos, nem frequências, nem nada, o que me irrita um pouco porque assim não sei o que esperar. Mas apesar disso sei que vai bem, A semana académica foi óptima como já disse, tanto antes como durante foi muito cansativa, mas valeu a pena, é claro. :D

A minha amizade com a D. e a C. cá em Viseu tem ficado melhor a cada dia. Mas amizade que está mesmo a melhorar a cada dia que passa é com o meu amigo B., que também está cá em Viseu e que o conheço desde o 10º ano. É como o meu suporte para tudo aqui. Sei que qualquer coisinha sempre que precisar ele vai ajudar sem reclamar, e no meio disto tudo, ficam os momentos óptimos que passamos. Irónico eu ser a mais nova e ser a "mãezinha", como ele diz, por ser responsável, organizada e ter essas manias e tiques todos de mãe. Mas ele chama-me de filhota e é o que realmente desempenha um papel de "pai/mãe", digamos assim. :p
Viseu trouxe-me muitas coisas boas, fez-me perder outras. Uma delas aquele quem um dia foi "o meu menino" que era o meu local seguro. Mas agora, nos últimos tempos, tem sido só coisas boas a surgir, bons momentos e boas surpresas. Essas coisas menos boas tem ficado para trás.
Para melhorar isto, só mesmo conseguir um tempinho para estar com a minha melhor amiga e o melhor amigo. Nossa, que saudades! Principalmente dele. 


Agora sinto-me bem e especial ao contrários de à uns tempos, ihih ;)

P.S.: É um pouco estranho expor tanta coisa aqui. Não estou muito habituada e o jeito não é muito, nunca tive muito jeito para escrever e não.
Ontem só conseguia pensar na minha irmã, era para lhe ter ligado a dizer que fiz o arroz Basmati que me deu e que adoreiii. Vamos ver se hoje lhe ligo. Mas a maior razão deste post é exactamente por ela. Para ela saber como me sinto realmente estando longe e não estando com ela todos os dias, tal como ela pretendia que fosse.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Fim-de-semana em fotos #2

Sábado à noite, fomos ao Party Sleep Repeat, no Oliva Creative Factory (antiga fabrica das maquinas de costura da marca Oliva) em São João da Madeira, ver os nossos amigos Linda Martini e consegui um lugar mesmo lá frente. Yeahhhhh! Foi a primeira vez que consegui ver um concerto de fio a pavio a ver a banda toda. Normalmente, pelo meu tamanho, só consigo ver o vocalista, depois, desvio a cabeça e lá vejo o baterista e assim sucessivamente mas a banda toda on stage? Só mesmo nos ecrãs ou então em breves segundos de pura sorte.
Para mim a surpresa da noite foram os Black Bombaim que deram um concerto... ao nível do espetacular mesmo!
Cave Story achei medianinho! Sorry, mas a voz do vocalista não me convenceu... Não sei... Achei que não encaixava em tudo o resto.
Os Linda Martini nunca desiludem e desta vez tiveram a participação especial do Makoto porque a Cláudia (baixista) vai ser mamá e o seu estado avanço de gravidez já não permite loucuras de duas horas em palco.














Este Hélio Morais é cá um gato... É tipo José Fidalgo mas em melhor, muito melhor... é baterista! ;)

O som não é grande coisa, mas fica aqui o registo.

video
Linda Martini - Ratos

Fim-de-semana em fotos #1

Apesar de meia adoentada, este foi um fim-de-semana cheio de coisas boas...
Só falta mesmo a foto do começo, logo na sexta-feira à noite que foi jantar de aniversário da nossa prima L.
Sinto saudades dos jantares como os que tinha todos os dias quando vivia em casa dos meus pais, que eram sempre jantares de família. As casas ali à volta são da avó e tios e toooodos os dias uns comem em casa dos outros... Sabem aqueles jantares assim no meio do barulho, todos a falarem uns por cima dos outros, confusão, gargalhadas, discussões e uns que dizem "deixa ouvir a televisão" e outros mandam "põe a televisão mais alto" e depois começam todos a falar mais alto ainda para se fazerem ouvir...
Era cansativo quando era "arroz" todos os dias, mas agora tenho saudades por só ter isso umas duas ou três vezes por semana...

Ah, pois, sobre o fim-de-semana... Era ao que vinha...







Novo vício *-*

É taooo bom, mas tão caro para um geladinho deste tamanho. Provei-o ontem à noite e foi das piores coisinhas que fiz, agora vou ficar sempre tentada.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Ontem no Porto...

...Parecia Dezembro na Serra da Estrela


Saí do trabalho e a rua estava assim.
Como é possível o meu nariz não estar do tamanho do mundo? Até parece que trago uma torneira aberta debaixo dos olhos...

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Star Wars - A saga de incompreensão dos homens por parte das mulheres

Nasci em 86 e já o Star Wars existia. Cresci ao largo dessa realidade que é uma ficção.
Se me perguntassem se eu gostava de ser Jedi, eu iria responder "Mas que religião é essa?", pergunta essa que iria fazer sentido na cabeça de qualquer homem porque Star Wars é quase como uma religião para eles.
Anos e anos a passar ao lado do Star Wars, sem saber o que era um Jedi, quem era o Chewbacca e só sabia que o Darth Vader era o pai do gajo bom da história porque gozaram com isso no Toy Story.

Nunca, mas nunquinha mesmo tive curiosidade em ver os filmes do Star Wars, Às vezes, quando o filme é tão badalado, eu até me digno ao "deixa lá ver porque é que as galinhas não cabem no poleiro" como foi com as 50 Sombras de Grey (a propósito vi este fim-de-semana).

Isto parece-me boca para barulho... Falar do Star Wars e 50 Sombras de Grey no mesmo post? Acho que vai andar por ai muito homem com vontade de me cortar os pulsos.

Há pouco tempo atrás o Miúdo conseguiu convencer-me a ver o primeiro filme, o episódio IV. Sim, meninas, não me enganei... É que existe toda uma lógica... o Primeiro filme que saiu já era o episódio IV porque o senhor já estava a prever o sucesso e que ia conseguir lançar os episódios pela sequência: IV V, VI, I, II e III.
Se querem engraxar o vosso homem, já têm uma para lhe dizer que o vai deixar nas nuvens por 3 dias quando perceber que nós percebemos a sequência. O meu ficou!

Mas depois dos "três" dias lá tive que fazer o frete e ver e o filme. E lá veio a pergunta "E como queres começar a ver? Pela data em que foram laçados ou pela sequência do número de episódios?"
Vá, como achares melhor!
Começamos pelo episódio IV como já contei aqui.

Ainda não vi mais nenhum mas está difícil para segurar a coisa...

Agora o Miúdo anda que não se aguenta para eu ver o resto. É que sai já em Dezembro o episódio VII e aposto que se não formos à estreia é porque existem mais 5.000 homens que vão dormir para a porta da bilheteira do cinema.

Depois de ver o primeiro, e passados três meses, começo a perceber, ainda que muito infimamente alguma lógica nas coisas, mas todo o aparato que os homens criam à volta deste assunto?... Não, isso ainda não cheguei lá e acho que nunca vou chegar.

Mas dentro de poucos dias vamos ver o episódio V. E devo confessar que não estou à espera que vá ser um frete ao nível dos que o Miúdo faz quando lhe peço para ver comigo um "P.S. I love you" ou um "Sorriso das Estrelas".

O bom disto é que percebemos que o Harison Ford também era novo para além dos Indiana Jones. 
Também não sabia que ele entrava no filme? Mais uma para dar graxa ao vosso homem, ;)

Rapazes, pelo menos isto serve para não perderem a esperança que as vossas mulheres venham a compreender esta tara. Gostar, compreender e ainda ficar ansiosas pelo próximo episódio que sai em Dezembro? Isso já é uma ficção ao nível do Star Wars, ok?

Trailer #1 - Star Wars, episode VII

Trailer #2 - Star Wars, episode VII

Airbnb - Como tornar a sua casa num pardieiro

A Airbnb (para quem anda mais a leste destas modernices) é uma plataforma que permite ao utilizador alugar parte ou a totalidade da sua casa e ao mesmo tempo possa ser locatário das casas de outras pessoas para a sua própria estadia. Por várias vezes já pensei neste conceito porque deve ser espetacular receber pessoas em nossa casa que sejam de outros países mas alugar a totalidade da casa nunca esteve nas ponderações. Seria sempre um quarto, o único disponível lá em casa. Mas no meio desta utopia toda, há uma séria de senãos que nunca me deixaram fazê-lo.

Depois de ver a noticia que um casal australiano alugou a totalidade da sua casa a 4 pessoas que diziam necessitar de alojamento para comparecer num casamento, mas que afinal a casa foi praticamente destruída e utilizada por mais 100 pessoas para uma festa de orgias e drogas, acho que me esclareci bem em relação ao assunto.



domingo, 3 de maio de 2015

Serenata

No domingo passado começou a semana académica com a Serenata em Viseu. Não sabia muito bem o que esperar, mas foi um óptimo dia. Tinha lá a minha família, excepto o meu o meu pai que como trabalha no estrangeiro não podia estar presente.
A minha amiga C. estava completamente passada dos carretes, toda nervosa e qualquer coisinha a irritava, até chegava a ser divertido de ver.
Pena ter estado a chover e terem passado a apresentação da tuna, que deveria começar à meia noite, para o pavilhão em vez de actuarem na Sé, mesmo assim foi uma noite muito boa.

Sobre o desfile, mais à frente falo qualquer coisa sobre isso.

Foi uma semana que acho que nunca vou esquecer, a minha primeira semana académica que me trouxe muitas surpresas e pessoas que se revelaram ainda melhores pessoas do que esperava.